Arte contemporânea, saberes tradicionais e epistemologias da informação

A pesquisadora Janaina Barros Silva Viana está desenvolvendo um projeto de pós-doutorado, bolsa CAPES PNPD, pelo programa de pós-graduação da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais, intitulado Arte contemporânea, saberes tradicionais e epistemologias da informação. Esta pesquisa documental tem como interesse refletir sobre performatividades do saber presentes na arte contemporânea de autoria negra. Isto implica na produção de epistemologias em processos repertoriados e arquivais na produção poética de artistas referenciais da cena artística contemporânea de Belo Horizonte. São visualidades que apresentam diferentes caminhos investigativos no campo da pintura, performance,  objeto, grafite, escultura, instalação, vídeo, gravura.  A leitura destas produções parte de aspectos que se referem às questões que mobilizam a constituição desses trabalhos, tais como, as referências poéticas, os processos de aprendizagem que se cruzam na formação de um artista, as diferentes formas de saberes em diálogo com as culturas tradicionais, com a ciência, com a história, com outras linguagens artísticas, etc. Bem como, os modos de circulação e legitimação dessas poéticas.

A constituição de um arquivo digital por meio do Laboratório de Culturas e Humanidades Digitais (LabCult) na Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal  de Minas Gerais (ECI-UFMG)  tem como principal objetivo o acesso e difusão permanente à pesquisa desenvolvida. O que se propõe neste percurso de investigação epistemológica é uma leitura que intersecciona o processo criativo, a informação, o arquivo que se desdobram em três eixos de ação: pesquisa (entrevista, mapeamento de documentos, levantamento bibliográfico), divulgação (exposição, seminário, artigo, relatório de pesquisa) e ensino (docência).